Serendipidade! Já ouviu falar?

SeLi numa revista que serendipidade é uma das palavras mais difíceis de serem explicadas. Algumas pessoas usam sincronicidade como sinônimo, mas vai além.

Serendipidade é uma sucessão de acontecimentos não propositalmente ocasionados que nos leva a algo que já desejávamos ou que nem sabíamos que existia, mas depois de tomarmos conhecimento, passamos a entender o motivo de termos chegado até ali.

A vida é cheia de serendipismos, inclusive na ciência, como a queda da maçã que levou Isaac Newton a formular a Lei da Gravidade. E isso, conecta-se perfeitamente com uma frase do cientista Louis Pasteur:

“O acaso favorece a mente preparada”

Assim, o acaso ganha sentido e torna-se “nada por acaso”, basta estar atenta(o) e aberta(o) para cada experiência! É uma mistura de observação com criatividade e confiança de estar no fluxo e em conexão com as sincronicidades do universo!

Quem deseja aguçar a percepção e exercitar esse novo olhar, pode começar coletando provas de serendipidade na própria vida!

Pense em momentos que foram marcantes e felizes para você. Agora, busque lembrar de que forma você chegou até eles. Houve situações que aconteceram sem uma ligação direta com as suas escolhas, mas que foram essenciais para a realização desse momento? Isso é serendipidade!

É aquela viagem que te levou a conhecer pessoas que te levaram para outras viagens; é aquele minuto que você atrasou e perdeu o elevador, mas ganhou tempo para ver o anúncio de um serviço que você estava precisando; é o encontro inesperado com um amigo que comentou sobre um projeto que você tinha em mente e decidiram planejar juntos; é aquele dia que você não ia ao trabalho, mas precisou ir e conheceu alguém muito especial e isso fez toda diferença!

São “acasos” regados de sorte que nos fazem sentir que estávamos no lugar certo, na hora certa e isso pode estar acontecendo agora, lendo esse texto, afinal, todo momento pode ser parte de serendipismos que não descobrimos ainda…

Já parou pra pensar?